ITeCons
ITeCons
UC
Caminho › itecons.uc.pt › Projetos › Expert A+
Projetos

Site do projecto

Nº Projeto:
POCI-01-0246-FEDER-026751

Data de início:
01/12/2017
Data de fim:
30/11/2019

Montante financiado:
350.087,74 €€
Montante de investimento:
411.867,93 €€

Expert A+

PromotorITeCons

Identificação do Projeto

Designação do projeto: ExpertA +
Código do projeto: POCI-01-0246-FEDER-026751
Objetivo principal: Promover coletivamente a eficiência energética e hídrica em infraestruturas complexas através da capacitação de pequenas e médias empresas que intervêm na construção, manutenção e requalificação destes tipos de infraestruturas.
Região de intervenção: Norte, Centro e Alentejo.

Notificação da aprovação

Data de aprovação: 01/08/2017
Data de início: 01/12/2017
Data de conclusão: 30/11/2019
Custo total elegível: 411.867,93 €
Apoio financeiro da União Europeia: 350.087,74 €

Entidades beneficiárias

O projeto Expert A+ está a ser desenvolvido pelo ITeCons - Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidade.

Enquadramento

A infraestruturas complexas, como piscinas cobertas e aquecidas, complexos desportivos, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), escolas, centros hospitalares e centros comerciais, são responsáveis por grandes consumos de energia e de água. Constata-se que há ainda: reduzido conhecimento técnico especializado na conceção, construção, gestão e manutenção deste tipo de infraestruturas; falta de informação e de formação por parte dos funcionários e utentes das instalações; elevada complexidade técnica associada aos sistemas instalados; inúmeros parâmetros dos quais depende a eficiência energética e hídrica; diversas áreas da engenharia requeridas para intervenção ao longo da sua vida útil. Neste âmbito identificou-se a necessidade de promover coletivamente a eficiência energética e hídrica através da capacitação de pequenas e médias empresas que intervêm na construção, manutenção e requalificação das infraestruturas complexas. Este projeto, com início em dezembro de 2017, tem uma duração de 24 meses e é promovido pelo ITeCons (entidade de I&D).

Principais objetivos

  • Contribuir para o aumento da especialização das pequenas e médias empresas que intervêm na construção, gestão, manutenção e requalificação de infraestruturas complexas;
  • Definir estratégias de racionalização de consumos (energéticos e hídricos), ajustadas às várias regiões climáticas do nosso país;
  • Promover coletivamente a eficiência energética e hídrica deste tipo de infraestruturas;
  • Estabelecer medidas replicáveis em outras infraestruturas complexas com elevado potencial de redução de consumos de energia e de água;
  • Estabelecer medidas que visem melhorar a qualidade do ar interior, o conforto higrotérmico e a segurança destas infraestruturas;
  • Potenciar a competitividade do nosso tecido empresarial face aos padrões internacionais.

Atividades do projeto e resultados esperados

O desenvolvimento do projeto Expert A+ será dividido nas seguintes atividades principais:

  • Levantamento e diagnóstico;
  • Identificação de medidas de intervenção e de boas práticas;
  • Criação da identidade visual do projeto;
  • Conceção e dinamização da Plataforma Expert A+;
  • Divulgação e disseminação de resultados;
  • Monitorização de indicadores do projeto;
  • Gestão técnica.

No contexto do projeto Expert A+, prevê-se, de uma forma sistemática e para um conjunto de infraestruturas, a definição de estratégias de racionalização de consumos e de medidas de melhoria da qualidade do ar interior, conforto higrotérmico e segurança, com vista à replicação para outras infraestruturas complexas com elevado potencial de redução de consumos de energia e de água. Para este efeito será criada uma plataforma Expert A+, que visa a transferência de conhecimento científico e a capacitação das empresas, assim como a divulgação de soluções técnicas inovadoras resultantes da realização dos trabalhos de investigação teórica e aplicada e das ações de vigilância tecnológica, quer em fase de projeto, quer no pós-projeto. Pretende-se que esta plataforma se afirme como uma interface de comunicação com fabricantes, projetistas, entidades gestoras e utilizadores deste tipo de infraestruturas. Além disto a plataforma servirá para o apoio à divulgação do projeto e de resultados e para a disponibilização de ferramentas de cálculo e de documentos técnicos, com informação de âmbito genérico e de sensibilização dirigida aos funcionários e ao público em geral.

Tome Nota